computador notebook escritorio

Planejamento Tributário

Amplamente utilizado por empresas de médio e grande porte, o planejamento tributário tem como finalidade a redução da incidência dos impostos e contribuições. Nele, todas as operações da empresa ou empresas são analisadas buscando-se soluções que além de facilitarem as operações, reduzam a carga tributária sobre a empresa.

Só para se ter uma breve noção, o relatório anual do Banco Mundial coloca o Brasil no pódio como o país ondeé mais difícil pagar tributos. São necessárias 2600 horas anuais, em média, apenas para que as empresas consigam cumprir com as obirgações fiscais. A carga tributária brasileira é uma das maiores do mundo, em torno de 40,00% do PIB – Produto Interno Bruto.

A tentativa de reduzir o efeito da cumulatividade de tributos e contribuições exige, por parte das empresas, um esforço gigantesco. Há incidência de um mesmo tributo nas várias fases de produção, tais como o ICMS, PIS e COFINS.

A recente crise global já admitida e reconhecida a recessão por vários países, dentre outros, Japão, EUA e Alemanha, trará a tona, novamente, a dúvida que advem de um mercado recessivo, ou seja, saber como crescer.

Muitas empresas têm investido em Planejamento Tributário de forma legal para conseguir manter um crescimento sustentável; ele não ode ser encarado como um custo e sim como um investimento.

O planejamento tributário e a análise de todas as alternativas e atividades desenvolvidas pela organização, bem como o conhecimento antecipado das implicações e as consequências da opção por um sistema tributário deve ser precedido ao enfrentamento da crise.

Não existem planejamentos mágicos nem “pacotes prontos”; existe a análise detalhada de cada empresa e, de suas operações realizadas no mercado interno e externo.